Top 5 – Jogos para conhecer a fundo o gênero RPG! Interprete com varias mecânicas diferentes

Top 5 - Jogos para conhecer a fundo o gênero RPG!

RPG é o gênero mais importante dos videogames, mas ele nem sempre foi jogado em videogames, o começo do RPG foi nos livros de Dungeons and Dragons e logo migrou para os videogames e computadores, já que muitos jogadores já sonhavam em viver nos mundos de fantasia que eles próprios criavam por volta dos anos 80 e 90 ao jogar os RPG de mesa. Com o passar dos anos o gênero evoluiu e ganhou varias vertentes nos videogames, quando digo que ele é o mais importante é porque hoje em dia todos os jogos tem algum elemento ou mecânica que existe nos RPG’s.

Pathfinder: Kingmaker (RPG de estilo Clássico)
Pathfinder: Kingmaker - Grupo de heróis lutando contra monstro! (OwlCat/Imagem de Divulgação)
Pathfinder: Kingmaker – Grupo de heróis lutando contra monstro! (OwlCat/Imagem de Divulgação)

O RPG clássico sempre buscava trazer o RPG de mesa para os videogames, o exemplo mais recente é o Pathfinder: Kingmaker que foi desenvolvido pela Owlcat Games e publicado pela Deep Silver, o jogo é baseado nas regras do RPG de mesa Dungeons and Dragons e ambientado no mundo de Pathfinder, você é um explorador em busca de fama e riquezas que é convidado a uma reunião que revela os próximos passos da sua jornada para conseguir tudo aquilo que almeja.

Pathfinder: Kingmaker é o primeiro RPG isométrico de computador, ambientado no universo fantástico de Pathfinder. Curta a experiência de um RPG clássico inspirado em jogos como Baldur’s Gate, Planescape, Neverwinter Nights e Arcanum. Explore e conquiste as Terras Roubadas e transforme-as na sua própria.

Os CRPG são bastante difíceis, seus combates contam com quatro personagens que tem um desenvolvimento bastante complexo para quem esta jogando pela primeira vez essa vertente do gênero, o que faz esse vertente ser a melhor é sua total liberdade para resolver os problemas da forma que quiser, sem ter que recorrer apenas ao combate para isso, o seu personagem deve também ser interpretado de acordo com sua construção, logo você deverá resolver de acordo com o que ele é, no caso se você é um ladrão, pode recorrer sempre a mentiras e roubos para superar seus obstáculos na aventura ou pode contar com a ajuda de seus companheiros com habilidades diferentes das suas.

O que diferencia o CRPG dos outros tipos de RPG é ser sempre isométrico, ter um mundo extremamente rico em lore, muitos personagens interessantes e sua escrita impecável que da cores e sabores mais profundos ao mundo, personagens e suas historias; se precisar de ajuda só ver nosso guia básico com dicas para reinar em Pathfinder.

Fallout 4 (RPG de Mundo Aberto)
Fallout 4 - Explore a Wasteland com Dogmeat! (Imagem de Divulgação)
Fallout 4 – Explore a Wasteland com Dogmeat! (Bethesda/Imagem de Divulgação)

Atualmente os RPG de mundo aberto são os mais populares desde The Elder Scrolls V: Skyrim o sucesso de 2011 da Bethesda que foi uma porta de entrada para novos jogadores ao gênero, já atualmente escolhi o Fallout 4 como exemplo, ele é ambientado em um mundo pós guerra nuclear com estética de ficção científica vintage, o que já é diferente da fantasia medieval que sempre foi o mais comum para os RPG, a principal característica dos RPG de mundo aberto é sua imersão, geralmente ao joga-los nos perdemos no mundinho apresentado pelo jogo com seus personagens, locais e histórias sendo contados através da exploração dos jogadores e interação com personagens não jogadores.

Como o único sobrevivente do Vault 111, você entra em um mundo destruído pela guerra nuclear. Cada segundo é uma luta pela sobrevivência, e toda escolha é sua. Só você pode reconstruir e determinar o destino da Wasteland.

Este é o Fallout mais acessível e conta com combate de ação em primeira pessoa ou terceira, você pode usar o V.A.T.S (sistema único de Fallout) se tiver uma mira ruim, como um bom jogo de mundo aberto a exploração é o que mais marca Fallout 4, inclusive poder reconstruir a Commonwealth com o sistema de assentamentos é bastante viciante, é como se você tivesse um jogo de gerenciamento de bases dentro de outro jogo.

O maior adicional da franquia são os “Mods” estas modificações que te permitem melhorar visualmente, mudar a jogabilidade e expandir a experiência de Fallout 4 o tornando jogável por muito mais tempo.

Path of Exile (RPG de Pilhagem)
Path of Exile - Mater inimigos é o foco principal! (Imagem de Divulgação)
Path of Exile – Mater inimigos é o foco principal! (GrindingGear/Imagem de Divulgação)

A vertente de RPG de pilhagem nasceu com Diablo que foi desenvolvido pela famosa Blizzard possui uma jogabilidade bastante simples e tem como objetivo a construção de seu personagem e a busca pelos melhores equipamentos possíveis para maximizar sua força, fazer “builds (construções)” é muito comum, não existe uma complexidade nas missões que são basicamente exploração e matança de monstros e chefes, mesmo com a repetição é extremamente viciante porque a recompensa sempre pode estar no próximo monstro que matar.

Você é um Exilado, lutando para sobreviver no continente sombrio de Wraeclast, enquanto luta para ganhar poder que lhe permitirá vingar-se daqueles que lhe humilharam. Criado por jogadores hardcore, Path of Exile é um RPG de ação online ambientado em um mundo de fantasia sombria.

Dentro desse gênero atualmente o Path of Exile é o que mais se destaca e é totalmente gratuito, sua jogabilidade não é complicada, mas a construção de personagem é um desafio para novos jogadores, se você quiser se aventurar vai precisar buscar guias e builds para não ter que começar do inicio com um novo personagem caso escolha algo errado no desenvolvimento dele, o jogo tem eventos de temporada que são chamadas de ligas na qual você tem elementos novos de jogabilidade durante sua jornada.

Operencia: The Stolen Sun (RPG de Exploração de Masmorras)
Operencia: The Stolen Sun - Combate contra uma chefe de masmorra! (Imagem de Divulgação)
Operencia: The Stolen Sun – Combate contra uma chefe de masmorra! (ZenStudios/Imagem de Divulgação)

Este tipo de RPG de exploração de masmorras pode ser considerado um primo dos RPG clássicos, o que muda é que ele não possui um mundo aberto e você não tem tanta liberdade para superar os desafios que agora são em forma de quebra-cabeças. Diferente do CRPG, jogos de exploração de masmorras são em primeira pessoa, sempre com artes muitos bonitas.

Operencia: The Stolen Sun envolve tudo o que você adora dos jogos de masmorras clássicos em primeira pessoa, aprimorando a antiga experiência de RPG baseada em turnos com as sensibilidades modernas. Reúna a sua equipa de personagens memoráveis e guie-os através de um mundo inspirado na mitologia da Europa Central, onde a história e lenda se encontram.

A proposta de Operencia: The Stolen Sun é ser mais acessível aos novos jogadores modernizando esta vertente, a navegação é estranha e o combate é por turnos, sempre acompanhado de uma narrativa interessante que te dá propósito para continuar e querer saber se você conseguirá superar os desafios para salvar este mundo de fantasia.

The Elder Scrolls Online (MMORPG)
The Elder Scrolls Online - Local familiar para a maioria dos jogadores! (Bethesda/Imagem de Divulgação)
The Elder Scrolls Online – Local familiar para a maioria dos jogadores! (Bethesda/Imagem de Divulgação)

Está vertente é diretamente ligada aos jogos de RPG de mesa, principalmente porque é a realização de se poder viver uma aventura com amigos em um mundo vivo que está sempre mudando, o primeiro jogo de MMORPG com gráficos e tudo mais chegou a Steam há pouco tempo e se chama Meridian 59 que é ainda dos anos 80/90 e foi algo bastante a frente de seu tempo, o gênero realmente se consolidou com o sucesso de World of Warcraft da Blizzard, chegando a 10 milhões de jogadores, o coração de um MMORPG é sua comunidade, ela é que torna o jogo vivo.

Junte-se a mais de 10 milhões de jogadores no premiado RPG multiplayer online e experimente uma aventura ilimitada em um persistente mundo de Elder Scrolls. Batalhe, crie, roube ou explore e combine diferentes tipos de equipamentos e habilidades para criar seu próprio estilo de jogo.

Se tratando de um MMORPG que tem população saudável e mantém o jogo vivo, The Elder Scrolls Online que é desenvolvido pela Zenimax Studios é a melhor indicação, principalmente porque ele é para todos, seja você um jogador que gosta de explorar e conhecer as historias, que está buscando competição de PvP e até mesmo se você quiser interpretar personagem em guildas de roleplay; as vezes a experiência é tão boa ou melhor que os The Elder Scrolls de um jogador.

Gostou do artigo? Compartilhe!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Acompanhe a Lenda Games no Facebook, Twitter, Instagram, Mixer, Twitch e Youtube.

Comentários

Publicidade

MAIS NOTíCIAS