Decodificando: Explorando o lado histórico de Vampyr Conheça os elementos presentes que criam o cenario do jogo

Decodificando - Vampyr

Vampyr surpreendeu por ser um jogo desenvolvido pela Dontnod Entertainment criadora do aclamado Life is Strange que se passa nos tempos atuais e explora a vida adolescente e sua passagem para a vida adulta e conta historias sobre viver e seus obstáculos, diferentemente do seu jogo de vampiros recentemente lançado.

Vampyr - Jonathan Reid
Vampyr – Jonathan Reid

Vampyr usa de eventos que estão ocorrendo na Europa para dar o clima terrível da cidade de Londres, começando pelos resultados da primeira Guerra Mundial que estava chegando ao fim e que foi iniciada em 1914, segundo é o começo dos avanços científicos em uma época onde a mortalidade era altíssima em meio a uma gripe espanhola e por último as mudanças drásticas sociais que aconteceram após a guerra, começo de revoluções e mudanças do status quo. Todas estas tem como uma constante a presença da miséria, sofrimento humano e a morte.

Grande Guerra

Grande Guerra - Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial – Soldados usando mascaras de gás.

Jonathan Reid é o nosso protagonista, ele participou da guerra como um soldado e medico com o objetivo de salvar vidas nos campos de batalha, desenvolveu durante sua participação na guerra uma técnica de transfusão de sangue que salvou muitos vidas, mesmo assim o personagem sempre se encontra perante os horrores da guerra que matou 8 milhões de soldados, incapacitou permanentemente 7 milhões e deixou gravemente feridos 15 milhões.

Ao chegar ao Hospital você conhece pessoas que demonstram problemas físicos e psicológicos como legado dos dias nas trincheiras, um deles tem murofobia (Medo de Ratos), outro está desfigurado no Hospital de Pembroke e um amigo de Reid está indo a falência após o retorno da guerra devido a sua obsessão por lutar por algo.

Vampyr - Thomas Elwood
Vmapyr – Thomas Elwood um dos personagens relacionados a guerra.

A Grande Guerra faz parte importante do personagem principal de Vampyr, e é sempre presente como plano de fundo do caminho trilhado por Jonathan Reid. Muitos diálogos remetem ao tempo em que Reid passou nos campos de batalha e mostrando o que ele experimentou como medico em um local onde homens comuns estavam sempre na presença da morte.

Gripe Espanhola

Vampyr - Gripe Espanhola
Gripe Espanhola / 1918 – Estados Unidos.

Epidemias sempre foram uma das causas de mortes em massa da humanidade, o vírus influenza afetou 50% da população mundial e matou 40 milhões de pessoas, isso tudo faz parte do clima terrível apresentado em Vampyr, como humano Jonathan Reid enfrenta o problema da epidemia de gripe, já como vampiro ele enfrenta uma epidemia relacionada a sua nova natureza, em todos os casos ele tem que se deparar com a devastação causada pela morte e limitação dos conhecimentos científicos de biologia de 1918.

Vampyr - Hospital improvisado durante a gripe espanhola.
Vampyr – Hospital improvisado durante a gripe espanhola.

A epidemia moldou os cenários do jogo de ruas desertas e perigosas, o meio de se combate-la é através de quarentenas e isolamento dos infectados o que gera esse clima instável no ar ao se conversar com os londrinos. Diferente da guerra enfrentada pelo protagonista, este novo inimigo é invisível e não difere ricos de pobres.

Mudanças Sociais

Grande Guerra - Mulheres fabricando munição.
Grande Guerra – Mulheres fabricando munição.

A maior mudança a acontecer na época é com a posição das mulheres na sociedade, majoritariamente homens foram convocados a guerra e dentro da sociedade as mulheres começaram a trabalhar nas fabricas, hospitais, corpo de bombeiros, tendo sido formados setores somente para elas.

Neste período a luta pelos direitos da mulheres começa a ganhar força, algo que é mostrado através das personagens mulheres não só politicamente, mas em posições do mercado de trabalho nunca ocupadas pelas mesmas. Ao controlar o personagem principal, você poderá dar respostas a essas mulheres seja elas progressistas ou vigentes da época.

Vampyr - Gwyneth Branagan
Vampyr – Gwyneth Branagan questiona em certos diálogos, porque uma mulher não pode ser uma medica.

Se tratando de países, o conflito gerou mudanças drásticas na Europa, revoluções aconteciam e nações se tornavam independentes do império britânico em meio ao caos deixado pela guerra. Isso é presente ao se conversar com os imigrantes que ou fugiam de países devastados ou que estavam em meio a revoluções, um dos personagens fala sobre sua pátria a qual tinha parentes em meio a conflitos, ele era militante político em seu país e é uma das coisas de seu passado que ele se orgulha.

Infelizmente, Vampyr não explora muito bem o clima da época, mesmo que esteja presente, o jogo tem um problema em se aprofundar tanto em sua parte histórica quanto a sua parte mitológica dos vampiros, o fazendo de forma rasa. Visualmente o jogo se sai muito bem passando o clima “penny dreadful” que se é esperado de um jogo de vampiros que acontece em 1918.

Decodificando é uma coluna que fala sobre a cultura gamer juntando outros temas para mostrar que videogames são parte importante da cultura pop. Criticas, sugestões ou elogios nos comentários!

Gostou do artigo? Compartilhe!
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

Acompanhe a Lenda Games no Facebook, Twitter, Instagram, Mixer, Twitch e Youtube.

Comentários

Publicidade

MAIS NOTíCIAS